Prioridade para a vacinação na educação

Reiteramos a exigência de que os educadores e professores sejam incluídos nas primeiras prioridades na vacinação contra o Covid 19, em consonância com o que a UNESCO recomenda.

Sabendo-se que as crianças e os jovens constituem grandes potenciais de transmissão do vírus da Covid 19 e que são também, os mais assintomáticos, importa que se adotem procedimentos adequados de proteção para toda a comunidade escolar, justificando-se deste modo a prioridade que se reivindica, em paralelo com o que acontece noutros países.

A realização de testes a toda a comunidade escolar e a vacinação dos educadores e professores são essenciais para a segurança de todos porque professores e outros funcionários da educação estão entre os trabalhadores mais expostos ao vírus.

Professores. São heróis de verdade que não vestem capas.